Projetos obrigam prefeitos a ter plano de metas com base em promessas de campanha

Projetos de emenda à lei orgânica que tramitam nas Câmaras de Vereadores de Balneário Camboriú e Itapema pretendem transformar promessas de campanha em compromisso sério.


A ideia é inspirada na lei das metas instituída na cidade de São Paulo.

Funciona assim: logo após assumir o posto, o prefeito do município precisa apresentar em até 90 dias uma proposta de cumprimento de metas, que deve ter como base o plano de governo apresentado em época de eleição.

Na lista dos objetivos a serem cumpridos estão programas de educação, saúde e mobilidade. As metas terão que ser aprovadas pela comunidade, em audiências públicas, e os resultados devem ser divulgados em relatórios semestrais e anuais, que avaliarão o cumprimento do que foi acordado com a população.


Em Balneário, a ideia partiu do vereador André Meirinho (PP), em parceria com Leonardo Piruka (PP). Em Itapema, foi proposta pelo vereador Fabrício Lazzari (PP) – e ambas receberam aval dos demais parlamentares, trâmite necessário para qu