Viaduto Prefeito Gilberto Américo Meirinho



Nesta semana foi aprovada na Câmara de Vereadores a denominação de Viaduto Prefeito Gilberto Américo Meirinho para a obra “Elevado da Quarta Avenida”, que está sendo feita para ligar a Avenida Martin Luther até a Quarta Avenida, passando sobre a Avenida do Estado.


Eu não poderia ser autor do projeto e me declarei impedido de votar por ser parente do homenageado, conforme princípio da impessoalidade previsto no art. 37 da Constituição Federal.

Assim, não me manifesto como vereador, mas sim como familiar, sendo sobrinho-neto de Gilberto Américo Meirinho.


Em nome da família Meirinho, agradeço à sociedade, imprensa e vereadores que vinham defendendo o reconhecimento de Gilberto Américo Meirinho por tudo que se dedicou, semeou e realizou por Balneário Camboriú.



Em sua gestão como prefeito entre 1973 e 1977 se destacam o planejamento da cidade, o sistema viário e ações e obras feitas há quase 50 anos que continuam refletindo em benefícios para a sociedade.


No seu governo foi realizada a luta para o alargamento para 6 metros da calçada da Avenida Atlântica. Foram implantadas a Terceira, a Quarta e o início da Quinta Avenida, além do alargamento da Avenida do Estado, todas com 26 metros de largura e com um canteiro central de três metros, onde deveria passar todo o sistema de infraestrutura da cidade. Também foi feita a abertura da Estrada Costa Brava, hoje conhecida como Interpraias.



Além disso, foram feitos os projetos de esgoto cloacal (sanitário) e galerias de águas pluviais (drenagem) permitindo que Balneário Camboriú fosse o primeiro município de Santa Catarina a apresentar ao Governo do Estado, o projeto de Saneamento Básico Municipal, no dia 15 de agosto de 1976, o que culminou com a razão da continuidade da Avenida Brasil nas duas extremas.


Foram desenvolvidos ainda o Plano Diretor Físico e Territorial, o Código de Normas e Instalações (antigo código de posturas), Código de Obras e Edificações e o Código Tributário, entre tantas outras ações e obras.


Da sua gestão nasceu o reconhecimento e a eleição de nossa cidade como Modelo Nacional de Planejamento Turístico, quando também foram doados terrenos pela comunidade nas margens da BR-101 e iniciada a Citur/Rodofeira que posteriormente se tornou Santur e onde agora foi construído o Centro de Eventos de Balneário Camboriú.


Gilberto Américo Meirinho, dedicava as obras de seu governo a três grandes grupos: aos rotarianos com quem aprendeu princípios rotários de ser útil a comunidade, dar de si sem pensar em si, de abrir caminhos e o de semear; aos vereadores da época que o apoiaram nas etapas de reformas, desapropriações e implantações de obras; e aos servidores públicos que muito se dedicaram para que tudo fosse realizado.


Agradecemos também ao ex-vereador Ary Souza que apresentou o projeto do nome do viaduto ainda em 2014 e aos vereadores Joceli Nazari, Bola, Arlindo Cruz, Gelson Rodrigues, Juliethe Nitz, Leonardo Piruka, Moacir Schmidt, Omar Tomalih, Orlando Angioletti e Patrick Machado que apresentaram em conjunto o Projeto de Lei nº 222/2019 que foi aprovado por unanimidade de todos vereadores que puderam votar no dia 10/06/2020.


Gilberto Américo Meirinho recebeu o prêmio de Semeador pelo Rotary, e este título foi o nome da sua biografia “O Semeador – Vida e obra de um Vencedor” publicado por Paulo Leme em 2010. A síntese sobre sua vida pode ser encontrada também na Wikipédia, https://pt.wikipedia.org/wiki/Gilberto_Am%C3%A9rico_Meirinho. André Furlan Meirinho


© 2020 por André Meirinho. Criado por MZCom