Notícias

Lei determina que supermercados recolham o óleo de cozinha usado

23 de maio de 2017
[embed]https://youtu.be/Juugnq3fxOg[/embed]

Foi aprovado na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, o Projeto de Lei nº 032/2016, de autoria do vereador André Meirinho e Leonardo Piruka, que determina os supermercados com área superiores a 800m² a disponibilizarem pontos de coleta de óleo de cozinha usado.

O óleo de cozinha, quando descartado de forma inadequada e despejado na rede pluvial, causa inúmeros danos, como entupimentos e também dificulta o seu tratamento nas estações, tornando um processo mais demorado e com um custo maior.

Segundo Meirinho “A cada litro despejado em nossas águas, polui mais de 1 milhão de litros de água potável. O óleo de cozinha usado contamina o solo, o lençol freático, os rios e também gera o gás metano em sua decomposição que é um dos principais causadores do efeito estufa”.

A ideia também é conscientizar as pessoas a não jogarem o óleo nos ralos da pia e aproveitarem garrafas plásticas para armazenar o óleo usado.

Meirinho acrescenta: “A importância de permitir que o descarte seja feito nos supermercados é que, além de serem o local em que se compra o óleo vegetal, o que traz facilidade para a população, ela terá mais conhecimentos sobre os prejuízos do descarte inadequado, em função dos cartazes informativos.”

Assim que a lei entrar em vigor, os supermercados terão um prazo de 90 dias para para se adequarem.

Link acesso ao projeto de lei: https://goo.gl/rRExJv