Aprovado na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú o projeto de lei sobre, Conscientização e Apoio às Pessoas com Doenças Inflamatórias Intestinais

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú aprovou o Projeto de Lei do Vereador André Meirinho que institui o dia e o mês de saúde, conscientização e apoio às pessoas com doenças inflamatórias intestinais, no Município de Balneário Camboriú, mais conhecidas como DII.

Esta data é celebrada anualmente no dia 19 de Maio, e o respectivo mês como “Maio Roxo”, onde diversos órgãos públicos e pontos turísticos da cidade são iluminados em led na cor roxa para reforçar a importância dessa data.

Durante este mês o Executivo Municipal poderá promover seminários, campanhas e palestras educativas, objetivando a conscientização da população sobre a importância do apoio às pessoas com DII, a troca de experiências e informações quanto aos direitos de acesso a medicamentos e tratamentos, buscando um diagnóstico precoce dessas enfermidades.

Entre as Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) inclui-se a Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa (RCU).

A Doença de Crohn É uma doença inflamatória séria do trato gastrointestinal. Afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon), mas pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal. Habitualmente, causa diarreia, cólica abdominal, frequentemente febre e, às vezes, sangramento retal. Também podem ocorrer perda de apetite e perda de peso subsequente. Os sintomas podem variar de leve à grave, mas, em geral, as pessoas com doença de Crohn podem ter vidas ativas e produtivas.

A doença de Crohn é crônica e ainda não sabemos qual é a sua causa. Os medicamentos disponíveis atualmente reduzem a inflamação e habitualmente controlam os sintomas, mas não curam a doença. Como a doença de Crohn se comporta como a retocolite ulcerativa (é difícil diferenciar uma da outra), as duas doenças são agrupadas na categoria de doenças inflamatórias intestinais (DII). Diferentemente da doença de Crohn, em que todas as camadas estão envolvidas e na qual pode haver segmentos de intestino saudável normal entre os segmentos do intestino doente, a colite ulcerativa afeta apenas a camada mais superficial (mucosa) do cólon de modo contínuo.

A Retocolite Ulcerativa – (RCU); Trata-se de uma doença inflamatória do cólon, intestino grosso e reto, que se caracteriza por inflamação e ulceração da camada mais superficial do cólon. Os sintomas incluem caracteristicamente diarreia, com ou sem sangramento retal, e frequentemente dor abdominal. Pode afetar apenas a parte inferior do cólon, reto e é, então, chamada de proctite ulcerativa. Se a doença afetar apenas o lado esquerdo do cólon, ela é chamada de colite distal ou limitada. Se ela envolver todo o cólon, é pancolite.

A colite ulcerativa difere de uma outra doença inflamatória intestinal, a doença de Crohn. A colite ulcerativa afeta apenas o cólon. A inflamação é máxima no reto e estende-se até o cólon de modo contínuo, sem nenhuma área de intestino normal poupada. Já a Doença de Crohn, pode afetar qualquer área do trato gastrointestinal, incluindo o intestino delgado, e pode haver áreas de intestino normal entre as áreas de intestino doente, as chamadas áreas “poupadas”.

Os medicamentos disponíveis atualmente reduzem a inflamação e habitualmente controlam os sintomas, mas não curam as doenças. Como a doença de Crohn se comporta como a retocolite ulcerativa (é difícil diferenciar uma da outra), as duas doenças são agrupadas na categoria de doenças inflamatórias intestinais (DII).

O dia e o mês desta comemoração integrarão o calendário oficial de eventos do município.

O Projeto de Lei aguarda a sanção do prefeito.

Leia o projeto na íntegra: https://bit.ly/2rADiCr

CADASTRE-SE

Faça seu cadastro para receber informações.

Cadastre-se aqui

CONHEÇA O PROGRAMA
CIDADES SUSTENTÁVEIS


ANDRÉ MEIRINHO
É UM LÍDER RAPS



LIVRO

Livro Santa Catarina e os Megaenventos Esportivos